7 dicas para estudar mais e melhor sem sair de casa

7dicasparaestudarmaisemelhorsemsairdecasa

Desconto nota do Enem

A decisão de estudar em casa tem aumentado de forma significativa nos últimos anos. Segundo um dado divulgado pelo MEC em 2017, a cada 3 estudantes do ensino superior, 1 está realizando o curso a distância — o que representa um aumento de 226% nos últimos 10 anos.

O EAD aqui na Unopar proporciona uma série de vantagens, como a flexibilidade de conciliar os estudos com outras rotinas e o investimento mais acessível. No entanto, para ter sucesso nessa modalidade, é preciso adotar práticas que ajudam na organização e na produtividade.

Se você pensa em apostar num EAD, hoje é seu dia de sorte, pois preparamos algumas dicas de como estudar em casa que servirão como um guia básico para você. Então, continue lendo e aproveite para salvar este post nos seus favoritos, combinado?

1. Planeje suas tarefas e estudos um dia antes

O primeiro passo para estudar em casa é investir em disciplina e em atenção. Caso contrário, além de esquecer de datas importantes, como de entrega de trabalhos e de provas, você corre o risco de acumular os estudos e depois não conseguir mais acompanhar a turma.

Nesse sentido, criar um cronograma de estudos com antecedência ajudará a definir essas prioridades. Com isso, será mais fácil ter uma estimativa do tempo médio para cada atividade, e você começará o dia já sabendo o que precisa ser feito.

Para isso, alguns aplicativos de gestão de projeto e tarefas podem ajudar nesse controle, como o Trello e o Wunderlist.

2. Invista em um espaço agradável para os estudos

O lugar que você escolhe para estudar também tem um papel fundamental na sua produtividade. Por exemplo, se você é daqueles que tem dificuldade para se concentrar com barulho intenso, estar em um local com buzinas de carros e pessoas conversando pode tirar sua atenção. Em contrapartida, se prefere espaços movimentados, pode sentir tédio em um quarto confinado.

Como você pôde perceber, não existe uma receita para isso, pois o espaço varia conforme a produtividade de cada um. Contudo, é fundamental ter um local próprio, com boa iluminação e arejado. Além disso, ter mais de um espaço de estudos pode ajudar a variar o ambiente e ter um plano “B” quando ocorrerem imprevistos.

3. Idealize metas

Ter um bom planejamento é fundamental na realização e no cumprimento das metas de estudo. Com ele, fica mais fácil alcançar os resultados de aprendizagem e desenvolver as competências profissionais para a sua carreira. Mas como criar um plano para estudar em casa?

Para isso, você precisa dividir o conteúdo programático no seu tempo disponível para os estudos. Por exemplo, se o curso tem 100 horas, e você pode estudar 2 horas por dia, precisará de 50 dias para concluí-lo. Dessa maneira, cada dia será uma meta e, cada objetivo de aprendizagem, um alvo a ser alcançado.

Tour pela prova do Enem

4. Utilize técnicas de concentração

Existem técnicas que podem ser suas aliadas ao fazer faculdade sem sair de casa. Elas diminuem sensações que podem prejudicar sua concentração, como a ansiedade e a preguiça. Reservar 30 minutos do dia para meditar e ouvir músicas que proporcionam boas vibrações pode ajudar.

A técnica Pomodoro também é um exercício bastante utilizado nos estudos. Na prática, você lista as tarefas que estão pendentes e estabelece um cronômetro de 25 minutos, dentro do qual deverá estudar sem nenhuma interrupção. Quando o despertador tocar, você faz uma pausa de 5 minutos para relaxar, retomando os 25 minutos logo em seguida. Se for preciso, adapte-a de acordo com sua necessidade.

5. Tenha horários fixos

A flexibilidade proporcionada pelo EAD aqui da Unopar permite que você decida qual é o melhor período para estudar em casa. Porém, é necessário identificar qual o melhor momento do dia, definindo um horário e seguindo-o à risca, o que evita a procrastinação. Caso contrário, pode colocar compromissos secundários à frente da faculdade sem perceber.

Esse hábito é um grande aliado para a sua produtividade, porque você estabelece prioridade aos estudos e impede que atividades secundárias atrasem seu cronograma. Se preferir, também pode deixar as tarefas mais complicadas para os períodos do dia em que tem mais disposição. Viu só como é possível fazer faculdade em casa com a mesma organização da presencial?

6. Saia das redes sociais

Para fazer faculdade sem sair de casa também é preciso eliminar as distrações, e a campeã delas são as redes sociais. Imagine que você está em máxima concentração quando, de repente, um barulho no celular sinaliza um comentário na sua foto. Naturalmente, ficará impelido a parar os estudos para responder.

Esse tipo de comportamento aumenta as chances de procrastinação, o que pode comprometer seriamente seu desempenho. Por isso, aja como se estivesse em uma sala de aula presencial e desligue as redes sociais. Uma sugestão é colocar o celular no modo “não perturbe” e usar extensões que bloqueiam as notificações no computador, como o Forest.

7. Faça pausas e cuide de você mesmo

Apesar de o foco ser essencial, estudar por longas horas seguidas pode prejudicar a concentração, uma vez que seu cérebro precisa recarregar as energias. Por isso, é necessário fazer pausas de 10 a 20 minutos a cada 1 ou 2 horas — dependendo dos seus limites.

Outra sugestão de como fazer faculdade em casa está em manter uma alimentação saudável e regular. Não caia na armadilha de pular refeições para estudar, porque a falta de nutrientes atrapalha a concentração. Além do mais, vale a pena investir em substâncias que aumentam a disposição, como peixes e oleaginosas, e evitar alimentos ultraprocessados.

Com o crescimento do EAD, muitas pessoas estão investindo na educação a distância. E como vimos, alguns hábitos são fundamentais para organizar os estudos e manter a produtividade. Mas também precisamos falar sobre seu local de estudos, afinal, ele é fundamental para alcançar esses resultados.

Lembre-se de investir em móveis ergonômicos, com mesas e cadeiras confortáveis. Caso contrário, pode comprometer sua postura e sua saúde. Também é importante ter um dispositivo com boa conexão de internet para lidar com a dinâmica da faculdade e acessar o portal acadêmico. Com tudo isso em mãos, estudar em casa será mais simples do que você imagina. E depois que começar, não vai mais querer parar.

Já que estamos falando sobre ensino a distância, descubra também se existe diferença entre o diploma EAD e o presencial!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 32

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Formas de ingresso na faculdade

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.