Marketing Esportivo: o que é e como atuar na área?

marketing esportivo

Desconto nota do Enem

A área de marketing é uma das que mais tem ramificações no mercado, além de ser importante para uma gama de empresas de todos os portes. Afinal, ela é essencial para a promoção, valorização e divulgação de produtos, serviços, marcas. Nesse meio, um segmento requer atenção especial: o marketing esportivo.

O mercado de esportes vem crescendo e ganhando cada vez mais cobertura dos meios digitais, com diversas modalidades obtendo destaque graças às mídias sociais. Sem falar nos chamados e-sports e nas grandes plataformas da Internet conseguindo direitos de transmissão de campeonatos, jogos e eventos. Logo, o ramo desperta interesse de profissionais. Para saber mais sobre isso e como começar, continue lendo!

O que é Marketing Esportivo?

Marketing esportivo é uma ramificação do marketing que utiliza os esportes para estratégias institucionais, de comunicação e de geração de oportunidades de negócios.

Isso pode ser feito por meio da promoção de eventos esportivos, pelo patrocínio de clubes ou competições, pela associação da marca da empresa a times, entre outras ações. Adiante, comentaremos mais sobre elas.

Qual o seu objetivo?

Existem vários objetivos quando se implementa o marketing esportivo. Por exemplo, ganhar credibilidade para a marca graças à sua vinculação a uma equipe esportiva. Outros propósitos são:

  • alcançar segmentos do público que costumam praticar atividades físicas;
  • aumentar as vendas de um produto que tenha ou possa ter ligação com esportes. Por exemplo, fabricantes de vestuários que customizam camisetas, calças, casacos etc. com símbolos ou estampas esportivas;
  • captar clientes por meio da realização de eventos esportivos ou ligados a esportes (jogos, campeonatos, apresentação de atletas, etc.);
  • elevar o reconhecimento da empresa junto ao público que gosta de esportes;
  • ganhar visibilidade em grandes eventos esportivos que costumam contar com audiências consideráveis;
  • integrar a organização com uma comunidade;
  • obter certa identificação junto a uma parcela do público ligado a uma modalidade esportiva. Isso é importante para empresas que fornecem produtos para esse grupo. Exemplos são as fabricantes de suplementos alimentares e a comunidade de fisiculturismo;
  • aproveitar oportunidades para o lançamento de soluções na área esportiva. Isso pode ser útil para impulsionar produtos ou serviços para o próprio segmento esportivo.

marketing esportivo

Qual a importância do Marketing Esportivo?

O Marketing Esportivo pode gerar muitas oportunidades de negócios para a marca, além de aproximá-la de segmentos do público que tendem a ser engajados. É o caso de torcedores que acompanham seus clubes de futebol e praticantes casuais ou profissionais de esportes e atividades físicas.

Do ponto de vista do público, esse ramo do marketing possibilita que as pessoas encontrem produtos ou serviços vinculados aos seus interesses esportivos. Isso é interessante, por exemplo, para praticantes de exercícios que passam a encontrar mercadorias que podem auxiliá-los em suas atividades.

O Marketing Esportivo, até mesmo, facilita a fidelização de consumidores. Além disso, ajuda a obter a preferência de parte do público por produtos da marca quando comparados a concorrentes que não investem nesse tipo de marketing. Basicamente, ele fornece certo destaque para mercadorias e serviços.

Tour pela prova do Enem

Quais são as principais ações do Marketing Esportivo?

Existem muitas ações dentro dessa área que podem ser feitas por empresas com ligação aos esportes (que atuam nesse nicho) ou que não têm contato com ele. Veja algumas das principais:

  • patrocínio — é possível patrocinar clubes, atletas individuais, equipes, campeonatos, torneios, ligas e outros eventos esportivos de modo a obter destaque para a logomarca em uniformes, acessórios, espaços físicos (estádios, sedes de clubes) etc.;
  • eventos esportivos — realizar eventos para fãs de determinadas modalidades esportivas. Em certos casos, empresas podem até mesmo realizar campeonatos, torneios, copas e outros;
  • colocação de estandes em eventos — dependendo do evento, dá para colocar estandes com produtos e outros materiais relacionados ao esporte em destaque e à empresa;
  • licenciamento de mercadorias — há organizações que licenciam marcas, símbolos, autorização de nome de clubes, entidades esportivas, atletas, equipes, entre outros. Dessa forma, comercializam produtos customizados para fãs deles;
  • marketing digital — atualmente, o ambiente digital fornece muitas oportunidades para marketing na área esportiva. Por exemplo, temos vários influencers (incluindo atletas) em redes sociais que atuam com esportes e atividades físicas. Fechar parcerias para ações e campanhas pode ser interessante para as empresas;
  • anúncios em locais esportivos — nas partidas de futebol, é comum vermos anúncios nas laterais dos campos, em painéis publicitários. Esse tipo de ação dá para fazer onde ocorrem outras modalidades, como em ginásios e ao redor das piscinas em complexos esportivos. Dá até para pôr em locais abertos em que há maratonas terrestres ou aquáticas, canoagem, vôlei de praia, etc.;
  • patrocínio ou anúncios em programas ou transmissões esportivas — outra forma de vincular a marca a um esporte, clube ou atleta é patrocinando ou pondo anúncios em programas que divulguem ou comentem sobre isso. Por exemplo, programas de futebol, jornais esportivos, programas em mídias sociais, programas em rádios, etc.;
  • formação de equipes ou aquisição de clubes — há empresas que formam equipes ou chegam a adquirir, por exemplo, clubes para atuarem em campeonatos esportivos com a marca em evidência.

marketing esportivo

Como trabalhar com Marketing Esportivo?

Para começar a atuar na área, é importante estudar bem campanhas, ações, estratégias e outros elementos desse segmento. Você pode fazer um curso superior de Marketing ou Publicidade e Propaganda e, depois, se especializar na parte esportiva. Afinal, há pós-graduações direcionadas para comunicação e Marketing Esportivo. Fazer uma delas após a graduação pode fornecer ainda mais base para construir uma carreira de sucesso.

Analise cases de sucesso do Marketing Esportivo para ter uma noção boa do que dá para fazer e como outros profissionais atuam no segmento. Você pode conversar com pessoas que já trabalham com isso e são reconhecidas, a fim de obter dicas, informações importantes e orientações.

Uma boa dica é, já durante a graduação, tentar estágios na área esportiva. Com essa experiência, dá para adquirir bastante conhecimento sobre o ramo e conseguir certa autoridade, além de desenvolver a criatividade para a realização de ações impactantes.

Que tal começar agora no Marketing Esportivo?

Vale reforçar a dica anterior: tudo começa com uma faculdade. Dá para fazer uma graduação em Marketing ou Publicidade e Propaganda e, depois, se especializar no ramo de esportes.

Aqui na Unopar, temos as duas faculdades disponíveis EAD em várias unidades no Brasil, além do Canal Conecta — nosso portal de empregabilidade com vagas de emprego e estágio. Tudo para você conseguir quanto antes sua oportunidade no Marketing Esportivo!

Agora que você já sabe sobre isso, aproveite para se inscrever no vestibular online da Unopar!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Formas de ingresso na faculdade

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.